Pedras pretas para proteção

pedras pretas para proteção1

Pedras pretas para proteção

Desde muito tempo a humanidade entende que a energia dispersada pelo outro é capaz de nos afetar de forma positiva ou negativa.

Já percebeu que determinados ambientes nos afetam de diversas maneiras diferentes?

As capelas de igrejas antigas, possuem uma arquitetura capaz de emitir uma frequência vibracional que eleva nossos pensamentos ao estado reflexivo e rapidamente nos harmonizamos com ela.

Já, quando visitamos um espaço onde há conflitos, discussões e desarmonia, imediatamente nos sentimos pesados, levemente confusos, e dispersos.

O mesmo acontece quando nos encontramos com as pessoas. Este estado de pensamento influenciado, tende a nos acompanhar no percurso de algumas horas ou dias.

Para nos proteger destas energias sutis que nos afetam negativamente, a sabedoria antiga identificou algumas pedras para proteção encontradas na natureza.

Os minerais foram forjados pelo nosso planeta há bilhões de anos, e possuem uma carga energética acumulada que vibra numa frequência tal, que o nosso pensamento é capaz de absorver facilmente.

Quando o nosso pensamento absorve energias negativas somos influenciados a pensar ou agir de maneira que nossas células podem chegar a adoecer caso os polos de frequência não sejam revertidos, por isso se faz tão importante reconhecermos e utilizarmos adereços protetores.

Desta forma, somos protegidos como que por um campo magnético que afasta e impede qualquer tipo de interferência que não seja harmoniosa.

As pedras de proteção também podem atualizar a frequência energética dos ambientes.

Uma vez que determinamos que sejam utilizadas em nossas casas, no escritório, ou no quarto de uma pessoa doente, elas são capazes de interferir na forma como lidamos uns com os outros, elevando o pensamento a um estado de calma e clareza mental para que lidemos melhor com os problemas e situações difíceis.


pedras pretas para proteção_turmalina negra

Turmalina negra

A turmalina negra é uma pedra indicada para a proteção contra inveja, vampirismo energético, pensamentos negativos, depressão e tristeza. Sua frequência atua na faixa de nove mícrons, o que significa que sua capacidade magnética evita até mesmo as energias de bruxaria ou magia negra contra a pessoa que a carrega consigo. Em casa, faz bem manter uma pedra protetora como a turmalina negra, na porta de entrada. Para limpeza lavar com água e sal grosso, e secar ao sol.


Vassoura de bruxapedras pretas para proteção_vassoura de bruxa

A pedra vassoura de bruxa possui um formato que se assemelha a uma vassoura. Ela é capaz de estabilizar a energia da pessoa, revitalizando a energia de todos os chakras e favorece a limpeza de energia negativas no ambiente. Algumas pessoas a utilizam para a proteção contra acidentes e assaltos.


pedras pretas para proteção_pedra onixPedra Ônix

A pedra de proteção ônix tende a atrair e transformar pensamentos negativos e desequilibrados para proporcionar equilíbrio e harmonia. Serve tanto para a proteção pessoal, como para a proteção do ambiente. Faz bem ter sempre uma pedra Ônix próxima de si.


Obsedianapedras pretas para proteção_obsediana

A obsediana é capaz de enterrar as energias negativas, pois representa o interior do planeta terra. Sua origem deriva do resfriamento rápido da lava vulcânica. Faz bem tê-la em casa, ou leva-la consigo para onde quer que você vá.

.


Veja o artigo sobre a importância das pedras para saúde


 

A importância das pedras para a saúde

A importância das pedras para a saúde_patricciadelucca

A importância das pedras para a saúde

Assim como tudo o que existe no universo, as pedras são minerais que também vibram determinadas frequências invisíveis ao nosso modo de visão.

Tais frequências são capazes de transformar padrões positivos ou negativos de energia em nosso corpo e no ambiente à nossa volta.

Devido a esta evidência, os terapeutas desenvolveram métodos capazes de reverter padrões de pensamentos negativos a partir da utilização de diferentes tipos de pedras, e deste modo, converter seus benefícios em saúde física e mental.

De acordo com as leis da física, a energia atua como uma entidade sobre a matéria, ou seja, ela pode se relacionar com os átomos que constituem a nossa realidade, como acontece com o pensamento.

O pensamento é um tipo de energia, que por sua vez, atua diretamente sobre as células do nosso corpo com capacidade de harmonizá-las de modo saudável ou prejudicial à nossa saúde.

Este processo, consequentemente, interfere no modo como as nossas células deverão reagir fisicamente, pois o corpo tenderá a harmonizar-se com a frequência padronizada ao que o pensamento lhe conduz.

Então, o pensamento negativo é capaz de enviar comandos inconscientes e prejudiciais às nossas células, que uma vez sob seu domínio, se torna incapaz de reverter o processo sem algum estímulo externo ou profunda força de vontade, e é assim que adoecemos.

As doenças causadas por padrões negativos de pensamento surgem de modo psicossomático, que são doenças geradas pela ação do inconsciente sobre os órgãos e funções corporais.

Como as pedras melhoram a saúde

Compreendemos que os minerais são capazes de melhorar a nossa saúde de maneira sensível e harmoniosa pela sua frequência vibratória. Eles foram forjados há bilhões de anos em nosso planeta, e, portanto, são uma verdadeira fonte energética. Tais minerais ou pedras, deverão atuar conforme suas características especiais.

Cada pedra no planeta possui então, uma constituição diferenciada de átomos frequênciais que em contato com os seres humanos, é capaz de interagir de diversas maneiras, ou seja, cada pedra compartilha uma frequência energética específica para a solução de cada problema desenvolvido pelo ser humano.

Pedra AmetistaA importância das pedras para a saúde_ametista1

A pedra ametista possui uma cor violeta que compartilha conosco a suavidade e a delicadeza sensorial da calma e da humildade de pensamento.

Ela atua de modo a aliviar as tensões e previne contra vícios do alcoolismo, potencializa a produção de hormônios, fortalece o sistema imunológico e melhora a capacidade de limpeza do sangue.

É também considerada a pedra da transformação, é capaz de transmutar uma energia negativa.

pingente-de-citrino

Pedra Citrino

A pedra citrino é conhecida por vibrar energias capazes de atrair prosperidade e abundância.

Fisicamente ela atua sobre o fígado, os rins, e o aparelho digestivo. Sua coloração amarelada remete aos raios de sol, e vibram de acordo com esta energia renovadora.

ver na loja 


Reclamar faz mal à saúde

patricciadelucca_reclamar faz mal à saúde

Reclamar faz mal à saúde

Estamos acostumados a relacionar a saúde com bons hábitos alimentares, exercícios físicos, consultas médicas periódicas e bem-estar, mas raramente prestamos atenção aos nossos pensamentos que podem acionar os sintomas psicossomáticos em nosso organismo.

Podemos acreditar que nossos pensamentos não são prejudiciais à nossa saúde, porque não o infligimos fisicamente, mas estudos recentes revelam que quando estamos tensos e nervosos tendemos a habituar o nosso cérebro à tensão e ao nervosismo, acumulando emoções que nos levam a desenvolver sintomas físicos. É o que acontece quando reclamamos demais.paricciadelucca_reclamar faz mal à saúde_2

O hábito de reclamar é prejudicial à saúde porque habitua o cérebro a um estado tal, que sempre estará disposto a reclamar, pois, o pensamento gera um ciclo de negatividade persistente.

Se prestarmos atenção, quando reclamamos liberamos energia negativa relacionada à raiva, frustração, receio, desentendimento, medo e estresse, que forçam o nosso organismo a gerar e liberar um hormônio chamado cortisol. Este hormônio é prejudicial porque pode alterar o bom funcionamento do coração, enfraquecer o sistema imunológico, aumentar o colesterol e desencadear uma série de problemas relacionados ao sangue e ao coração.

Mas não é somente a pessoa habituada a reclamar que pode vir a adoecer, as pessoas que são obrigadas a conviver com os reclamões, também tendem a desenvolver sintomas relacionados ao estresse e ansiedade, por empatia. Ou seja, a pessoa habituada a reclamar pode estar prejudicando as pessoas mais próximas dela, além de si mesma.

Uma maneira de eliminar a reclamação do nosso dia a dia, é buscar remodelar o nosso cérebro de modo que passemos a evitar este hábito.

Como reclamar menos

patricciadelucca_reclamar faz mal para saude_1Para que possamos reclamar menos é importante reconhecer que reclamamos. Este pode ser um passo um tanto difícil, já que o cérebro acostumado tem dificuldade em reconhecer os próprios padrões de vício, então, convém acreditar nas pessoas que te disserem que você é muito baixo-astral, pessimista, ou reclamão, para dar início à mudança.

Observe também, se as pessoas com quem você convive costumam reclamar demais das eventualidades do dia. Afaste-se delas para que não sofra por empatia, ou acabe desenvolvendo o mesmo problema.

Preste bem atenção nas palavras, as palavras ditas ou ouvidas, carregam uma carga que pode afetar você negativamente. Se ao acordar o dia estiver nublado ou frio, não reclame, agradeça por estar vivo. E se precisar levantar da cama neste dia para trabalhar, ao invés de se sentir frustrado e com raiva, prefira ser grato por ter um emprego.

A pia está repleta de louças porque a família teve o que jantar. Aprender a ser grato é uma forma de vencer este desafio.

Se sentir que precisa de ajuda para mudar o modo como pensa ou age no seu dia a dia, não relute em solicitar um especialista. O especialista será capaz de desenvolver um método eficaz para ajudar você a reconhecer este padrão mais profundamente, e atuará de forma a transformar o modo como pensa sem desenvolver algum trauma ou excesso de culpa.

Quando cuidamos de nós mesmos estamos cuidando de todos à nossa volta.


Como superar o medo de dirigir

patricciadelucca_como superar o medo de dirigir 1

Como superar o medo de dirigir

A carteira de habilitação ou CNH, é um recurso oferecido para maiores de dezoito anos que buscam afirmar a independência e obter maior capacidade de mobilização. No entanto, nem todas as pessoas após habilitarem-se como motoristas, se tornam capazes de assumir a direção do próprio veículo. Mas antes de atribuir o medo de dirigir a uma fobia, é importante definir a diferença entre aqueles que sentem medo, mas não anulam a opção de continuarem dirigindo, e os que não se sentem seguros nem mesmo em tirar o carro da garagem.

É comum sentirmos receio de dirigir, e esta é uma sensação saudável, o que se dá como fobia são os sintomas que promovem uma reação em cadeia no sistema fisiológico da pessoa que apresenta o medo. Se estes sintomas as paralisam e as impedem de agir, se faz necessário  uma intervenção especializada, capaz de solucionar o problema e promover a satisfação e a sensação de segurança do motorista.

Quais os sintomas do medo de dirigir

Existem características específicas que identificam a pessoa com este tipo de fobia, a qual se denomina amaxofobia. Algumas destas são sintomas físicos, entre eles temos:

  • Tremedeira;patricciadelucca_como superar o medo de dirigir
  • Respiração ofegante;
  • Taquicardia;
  • Transpiração excessiva;
  • Transtornos noturnos;

Os sintomas deste tipo de fobia geralmente se relacionam a experimentação de trânsito intenso, insegurança ao trocar a marcha do veículo, manobras complexas de estacionamento, rampas, indefinição ou intenção indefinida dos outros motoristas, reações inesperadas de pedestres, e, por último, traumas relacionados a acidentes ocorridos em sua experiência de vida.

No entanto, constatou-se que algumas pessoas podem desenvolver a amaxofobia  pela falta de apoio da família ou companheiro, que insistem em desmoralizar o empenho daquele que se dedica a se tornar um motorista. Assim que decidimos por uma ação de desenvolvimento e evolução pessoal, como a conquista da CNH, sentimos o quão importante e necessário deve ser o apoio da família e dos amigos.

Se estes, nos quais confiamos, por algum motivo, não nos apoiam neste momento específico de nossas vidas, podemos nos sentir inseguros e consequentemente fracassamos. Portanto, entender a verdadeira razão pela qual se desenvolveu a fobia deverá ser a principal iniciativa do especialista.

Por se tratar de causas relacionadas a sentimentos e emoções, o processo de evolução e obtenção de resultados ocorrerá conforme a pessoa adquire confiança em si mesma e passa a superar os próprios desafios. Sendo assim, não existe um prazo definido para a solução do problema, que pode ser demorado e exigir muita paciência.

Como controlar o medo dirigir

Driver moment away from accident

Embora a pessoa com medo de dirigir não seja capaz de vencer este desafio sem a ajuda de um especialista, aqueles que se sentem apenas ansiosos, podem aproveitar as seguintes dicas:

  • Defina o trajeto antes de sair com o carro;
  • Dê voltas no quarteirão até que se sinta confortável com o veículo;
  • Evite dirigir muito cansado ou com sono;
  • Concentre-se em agradar a si mesmo;

 

Procure ajuda especializada para transpor seus desafios e aproveitar a sua capacidade de independência.


Assistir ao vídeo do Portal do Medo ou DESMEDAMENTO: