Conflitos emocionais prejudicam a saúde?

Conflitos emocionais prejudicam a saúde_mulher

Conflitos emocionais prejudicam a saúde?

Tendo em vista inúmeros atendimentos que já realizei, resolvi fazer esse artigo para mostrar do que os conflitos emocionais prejudicam a saúde. Espero poder ajudá-los.

Antes de nos entender como pessoas de carne e osso é preciso lembrar que também somos energia. A energia consistida em um corpo pode ser bloqueada através dos campos meridianos, quando se tem crenças em diversos níveis, quando herdamos crenças de culturas diferentes.

A existência de crenças resulta em pensamentos e emoções conflitantes, que geram bloqueios com o passar do tempo, onde ocorrem as doenças psicossomáticas.

Estes campos e outras sabedorias foram identificados há milênios por sábios chineses e decifrados por pesquisadores europeus. Um mapa com os pontos de campos meridianos relacionados aos nossos órgãos pôde ser desenvolvido. À partir desse conhecimento, desenvolveu-se técnicas que serão aplicadas na orelha e na sola de nossos pés.

Ao ativarmos esses pontos através da acupuntura, pressão ou massagem, proporcionamos que a energia possa voltar a fluir livremente. E este estado recupera a nossa saúde física e mental. Quando acontece o bloqueio destas energias devido a conflitos emocionais, com o passar do tempo ocorrem as doenças psicossomáticas.

As doenças psicossomáticas são aquelas que a medicina não é capaz de identificar a sua origem. Sendo, de maioria psicológica ou mental.

Assim como a cultura oriental traz as informações dos meridianos, também temos a metafísica da saúde trazendo a relação com cada sistema ou órgão do nosso corpo.

Os meridianos e os conflitos emocionais

Cada ponto meridiano identificado em nosso corpo corresponde a um órgão. E este órgão pode ser afetado de diversas formas. Entenda como:

Pulmão: Quando o meridiano do pulmão sofre um bloqueio de energia e este se apresenta doente as causas geralmente estão relacionadas à culpa, perda de um ente querido, emprego, ou animal de estimação, preocupação excessiva e melancolia.

Coração: O meridiano do coração representa as dores da alma, os sofrimentos profundos, geralmente este tipo de sofrimento pode estar relacionado a problemas do passado. Seus sintomas surgem quando há bloqueio emocional e frieza do coração como mecanismo de defesa.

Conflitos emocionais prejudicam a saúde_corpoFígado: Quando o meridiano do fígado é bloqueado significa que há muita raiva envolvida na vida da pessoa, além de um profundo sentimento de impotência. Geralmente acomete pessoas que sofrem opressão.

Estômago: Já o meridiano do estômago, quando bloqueado, reage liberando ácidos gástricos em excesso que prejudicam a camada interna protetora do órgão. Isso acontece quando a pessoa se sente insegura, amargurada, ansiosa, com medo, e não é capaz de digerir determinadas situações.

Baço e Pâncreas: Estes órgãos, quando adoecem, representam os sintomas relacionados à falta de apoio, insegurança e timidez.

Rins e bexiga: O meridiano dos rins e bexiga são afetados de forma negativa quando há conflito emocional por perda, medo e muita ansiedade.

Intestinos: Os intestinos representam os ataques energéticos sombrios de inveja e vampirismo energético. Quando há o bloqueio deste meridiano ele se dá pela perda de recursos, ou pelo esforço excessivo em mantê-los. Há também uma energia desperdiçada na constante tentativa de esconder os verdadeiros sentimentos.

Circulação sanguínea e órgãos sexuais: A energia do meridiano da circulação sanguínea está diretamente relacionada aos órgãos sexuais, pois há um aumento de fluxo sanguíneo nestas áreas quando são ativadas. O conflito emocional se dá quando ocorre sentimentos de inferioridade, preocupação excessiva com a falha, o medo do fracasso, egoísmo e moralismo. Pessoas que foram catequizadas por instituições religiosas rígidas podem apresentar problemas de circulação e frigidez.

Qual terapia fazer para melhorar esses conflitos emocionais?

Conflitos emocionais prejudicam a saúdeTodos estes problemas originados por conflitos emocionais podem ser melhorados e até mesmo superados através de cuidados terapêuticos essenciais, como:

• Acupuntura,
• Aromaterapia,
Barras de Access®,
Constelação Familiar,
• Cromoterapia,
Feng Shui com a melhora do ambiente da sua casa ou ambiente de trabalho. Harmonizando, libera o fluxo de energia negativa acumulada,
Thetahealing®,
• Reik,
• SE-Experiência Somática,
• Terapia com as pedras, entre outras.

Para encontrar a melhor solução para você consulte um terapeuta.


Como lidar com a solidão

Como lidar com a solidão

Como lidar com a solidão

Já imaginou que antes de perceber que estamos separados, pensamos como uma só entidade, e sentimos como um só corpo?

A filosofia antiga oriental ensina que antes de nascer neste plano dual, que representa a percepção da terceira dimensão ao qual estamos acostumados, éramos um só com Deus, e Deus era o todo.

Independente de crenças religiosas, o que essa sabedoria diz, é que somente nessa realidade é que se pode entender que estamos sozinhos, e por esse motivo, sentir aquilo que se descreve como solidão.

É cada vez maior o número de cientistas físicos que chegam a essa mesma conclusão, uma vez que entendem que a realidade não passa de uma ilusão criada por mecanismos cerebrais desenvolvidos pelo indivíduo.

Mas então, ao nascermos temos que enfrentar essa realidade que insiste em nos fazer crer que estamos separados um do outro. E não mais como éramos no todo, uma sensação que nos provoca dor, tristeza, e pode nos levar a depressão.

Solidão e a qualidade de vida

Nesse estado de solidão é natural relacionar esse vazio à qualidade de vida ou aos relacionamentos. É comum conhecermos pessoas que se encontram solteiras e sentem que podem ter vivido sem encontrar o amor verdadeiro. A mídia nos diz que o amor verdadeiro só pode ser aquele que remete à paixão ou ao romance entre pessoas de sexos diferentes.Como lidar com a solidão_qualidade de vida

Mas a verdade é que quando há amor, seja esse de que tipo for, não há solidão. O amor dos amigos, da família, da comunidade, nada tem em relação com paixão ou romance, mas nos completa de forma tão significativa que nos preenche e nos livra de nos sentirmos solitários.

O mesmo acontece para aqueles que estão em um relacionamento amoroso. Acreditamos que casais apaixonados tendem a se sentir completos, mas muitas vezes essa é uma fantasia criada pela mídia ou pela sociedade. A companhia do outro também pode vir a ser incapaz de preencher o vazio que existe em nós mesmos.

Não significa que há casais que não se amem, mas, muitas vezes, são incapazes de demonstrar ou se harmonizar com este sentimento. Então, as brigas e os constantes desentendimentos, também se tornam um motivo para ambos se sentirem sozinhos.

Como evitar o sentimento de solidão

Ao compreendemos que a solidão está ligada ao amor, ou à falta deste sentimento. Logo percebe-se que o solitário, também não se ama. Nesse caso, é importante focar em si mesmo e começar a se amar mais. E, sentir a necessidade de um estilo de vida mais digno, se ouvir e passar a cuidar melhor de si.

Mudar o cabelo, experimentar hábitos saudáveis, sair sozinho para ir ao cinema, faz bem e melhora a auto estima e o bom humor.

Como lidar com a solidão_listaFaça uma lista de coisas que você mais gosta e gostaria de fazer. Ou que gostaria de fazer e não fez por algum motivo (neste momento não importa o motivo, apenas liste). E também, uma lista de tudo que já realizou na sua vida e que você sente gratidão.

Leia por 21 dias consecutivos todos os itens da lista de gratidão. E vá, aos poucos, executando as coisas que gostaria de fazer. Não dê tréguas aos seus objetivos listados. Realize e comemore cada item executado da sua lista. Você pode optar por um caderno da gratidão. A cada item feito, risque da lista de desejos/gostaria de fazer e passe para a lista da gratidão.

Crie uma relação amigável consigo mesmo(a), seja sua melhor amiga, seu melhor amigo. Esta é a melhor companhia que você poderá lhe oferecer.

Outro exercício para lidar com a solidão

Reserve alguns minutos do seu dia, ou ao acordar ou antes de dormir. Faça uma pequena meditação. Se puder apenas silencie a sua mente. Você pode fazer isso sentando-se, fechando os olhos e não alimentando os pensamentos que vierem por 15 minutos. Ou apenas sente-se, feche os olhos e preste atenção a sua respiração.
Ou imagine que você está sentado numa sala de cinema e na tela você projeta bolas, ponha bolas de 1 a 7 bolas, uma a uma e depois de 7 a 1, uma a uma.

Mas, se em todo caso, você não conseguir dar o primeiro passo, procure a ajuda de um terapeuta. Às vezes o apoio de alguém é essencial para nos sentirmos capazes de nos arriscar a amar a nós mesmos. E nunca mais ficarmos sozinhos. Logo, você também estará rodeado(a) de pessoas e repleto de amor.


 Veja também esse artigo sobre o quanto reclamar faz mal à saúde.