Mindset, já ouviu falar sobre este termo?

Mindset, já ouviu falar sobre este termo?

O que é e como mudar um Mindset?

Este termo, Mindset, está ligado às crenças, personalidades, talentos e à inteligência. Ele vem da psicologia do desenvolvimento e tem a ver com mudança de comportamento das pessoas ao longo de sua vida.

Pode ser entendido como as atitudes mentais que cada um tem. Seria como a mentalidade do crescimento conforme a percepção que cada um tem de si e sobre o próprio potencial.

O interessante é que é possível mudar a capacidade de aprender qualquer coisa e resolver qualquer tipo de objeção, isso se dá por causa da plasticidade do cérebro em aprender e se adaptar, criando novas sinapses neuronais, isso explica a neurociência.

O cérebro tem a sua sabedoria própria, ele se movimenta quando damos ordens a ele, por exemplo: “Saia da zona de conforto, agora!” “Mude isso, agora!” “Daqui para frente farei diferente!”

São nestes momentos que as células nervosas estabelecem novas ligações. Estas por sua vez se tornam mais forte, ligando-se a neurônios, formando novas ligações neuronais ao longo do tempo (alguns falam no mínimo 21 dias), para ficarem “acordados e ágeis”.

Existem tipos de mindset: o fixo e os de crescimento.

Mindset Fixo

O fixo, é como se estivesse “estático”, não tem confronto cerebral, não tem um caminho neural sendo formado, tem sim uma zona de conforto. “Quero mudar não, me deixe aqui do jeito que sou”. “Mexe não, está ruim, mas está bom!” ou você deve conhecer a Síndrome de Gabriela (música da novela): “Eu nasci assim, eu morri assim, Gabrieeela!”

Acredita-se que as tradições, valores e crenças que pensa, que existe na sua mente, que fazem parte da sua competência e inteligência, não podem ser alterados e muito menos desenvolvidos.

“Quando eu começo a ler, logo durmo”, “Eu não sou inteligente, mas sou esforçado”. Quando se tem este mindset fixo, dificilmente a pessoa é capaz de tomar decisões diferentes desta e muito menos de crescer e evoluir.

Pode-se muitas vezes acreditar que o talento é algo que se cria sozinho, que não há esforço, que as habilidades “caíram do céu” e que não tem nada que possa melhorá-las.

Tendo tudo isso em sua mente, dificilmente uma pessoa que tem um mindset fixo aceita um desafio para que seja a sua experiência de crescimento. Nisto se perde oportunidades de crescer e aprimorar-se, como? Formando novas trilhas neurais.

É como se a pessoa visse a possibilidade e o resultado como um fracasso. Não consegue enxergar o meio, o caminho que leva ao sucesso, este caminho é um caminho de aprendizados.

Mindset de Crescimento

No mindset de crescimento, é um caminho onde se desenvolve fortes ligações neurais, a atividade do cérebro processa o erro e aprende a corrigi-lo. Sai da zona de conforto, e entra numa curva de aprendizagem intensa.

Quem já trilhou este caminho de aprendizados, ou seja, quem tem este mindset de crescimento, desenvolvem-se a partir das relações – empenho-estímulo, prática-aprendizado.

Vão atingindo a excelência com a prática, devido a sua quantidade de acertos e erros se chega à maestria. Já reparou como conseguiu ter a sua profissão? Ou algo que faça muito bem? E se você pudesse ter a profissão que gosta, é seu hobby? Como seria a sua vida?

Já reparou quantas vezes “treinou” o que você sabe?

Mas, muitas vezes para se chegar lá você precisa construir pontes no seu cérebro para que ele possa lhe ajudar a continuar treinando até chegar na maestria. As palavras tem um papel fundamental neste processo. Vide pesquisa do prof. Masaru Emoto.

A palavra “ainda”, “ainda não aprendi, mas tenho como aprender”, “ainda não sei, mas tenho como saber”. No final tudo dá certo, mas se não deu certo ainda é porque não chegou ao final.

Imagine Thomas Edison, quantas vezes não tentou, até conseguir o resultado com a lâmpada. Não quer dizer que você tenha que ter o mesmo número de tentativas dele. Apenas tenha paciência com o seu processo de aprendizado.

Atualmente, migrar de um mindset fixo para um mindset de crescimento se tornou muito mais fácil. Com as diversas técnicas complementares, tem como através de alguns atendimentos você modificar seus padrões intelectuais. E transformar a sua realidade.

Thetahealing®, Barras de AccessTM, Constelação Familiar, SE-Somatic Experience, Feng Shui Sistêmico, são algumas destas possibilidades. Consulte um terapeuta.

A mensagem da água por Masaru Emoto

patriccia de lucca_masaru emoto_mensagem da água_cristal_capa

A mensagem da água por Masaru Emoto mostrou que pensamentos positivos ou negativos influenciam a nossa vida.

Palavras ou pensamentos fazem com que as moléculas de água se comportem de formas diferentes. Masaru teve muitas críticas quando fez os experimentos e os fotografou. Atualmente, muitas escolas dão como trabalho escolar esta experiência.

Masaru-Emoto-A-Mensagem-da-ÁguaMasaru Emoto (1943-2014), o fotógrafo e escritor japonês fez experiências com a água e o pensamento humano.

Massaru Emoto publicou alguns volumes da sua obra As Mensagens da água, junto com as fotografias de cristais de gelo. Essas ideias foram divulgadas no filme: Quem somos nós?

O experimento com o arroz

Um dos experimentos é o do arroz. Foram colocados três porções de arroz cozido em frascos de vidro separados. Com escritas diferentes neles, e pediu que os alunos gritassem para cada um deles o que estava escrito no pote por 30 dias.

patriccia de lucca_a mensagem da água_masaru emoto_arroz1. Thank you, I love you – Obrigado, Eu te amo
2. I hate uou, You fool – Eu te odeio, seu idiota
3. Nada escrito, apenas foi ignorado.

Os resultados foram: 1. Tinha começado a fermentar com um aroma agradável. / 2. Estava praticamente todo preto. / 3. Acúmulo de bolor quase em decomposição.


E se o nosso corpo tem mais de 50% de água…

Como será que ficamos com as palavras que ouvimos e falamos?
Veja o que aconteceu, nas fotos abaixo (clique para ampliar)


Experimento com outras palavras e músicas

O conjunto de pesquisas teve além das palavras escritas nos potes de arroz cozido também teve fotografias dos cristais de água submetidos a músicas diferentes.

Estilo de música: Heavy Metal
Estilo de música: Heavy Metal
A música: Imagine (de John Lennon)
A música: Imagine (de John Lennon)
A música: Sinfonia Nº40 (de Mozart)
A música: Sinfonia Nº40 (de Mozart)
A palavra: Verdade.
A palavra: Verdade.
A expressão: Você me enoja.
A expressão: Você me enoja.
A palavra: Obrigado.
A palavra: Obrigado.
A palavra: Sabedoria.
A palavra: Sabedoria.
A palavra: Eterno.
A palavra: Eterno.
A palavra: Mal.
A palavra: Mal.

 

As palavras: Amor e Gratidão.
As palavras: Amor e Gratidão.

OAB Lança Cartilha de Saúde Mental – Barras de Access™

OAB Lança Cartilha de Saúde Mental - Barras de Access™

OAB e as Barras de Access™

OAB lança Cartilha de Saúde Mental da Advocacia – Barras de Access
Dr. Dain Heer, co-criador do Access Consciousness™ e a terapeuta Patriccia de Lucca – 2018

Pois é… Pra quem achava que as técnicas terapêuticas eram técnicas pouco conhecidas. Além da Constelação Familiar, agora temos também as Barras de Access™. Elas foram incluídas nessa preocupação com a sociedade brasileira, assim como relata a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). OAB Lança Cartilha de Saúde Mental – Barras de Access™

O objetivo desta cartilha é chamar atenção para doenças que afligem o dia-a-dia de toda população brasileira. A preocupação sobre esse tema vai além de psicólogos, teraupeutas, psiquiatras, médicos entre outros da área da saúde. E a advocacia sempre sai na frente elucidando essas informações para o seu público.

Depressão, transtorno de ansiedade generalizada, transtorno obsessivo compulsivo e burnout, além de serem doenças graves, são também causas prováveis de alcoolismo, dependência química e o suicídio.

Desconfortável falar disso? Pois é, esse é o propósito. Falar do que nos é desconfortável e tentar auxiliar os profissionais da área jurídica a enfrentar sem preconceito. Entender esses fantasmas e o processo, sentir empatia, buscar o auxílio profissional quando necessário.

Para facilitar, trouxemos na íntegra do que foi postado por eles, assim você não precisa se descolcar para outras páginas, mas se ainda sim, preferir ver no site deles, basta acessar o link ao final desse editorial.

terça-feira, 2 de outubro de 2018 às 16h44

OAB Lança Cartilha de Saúde Mental da Advocacia

Brasília – Foi lançada, na reunião do Conselho Pleno da OAB realizada nesta terça-feira (2), a Cartilha de Saúde Mental da Advocacia, cujo tema é ‘O cuidado de si como inerente à preservação dos direitos dos outros’. Trata-se de um documento que tem por objetivo lançar luz sobre o tema no âmbito da atuação profissional da advocacia em todas as Seccionais.

Claudio Lamachia, presidente nacional da OAB, afirmou que acompanhou o desenvolvimento dos trabalhos que resultaram na Cartilha e que “a publicação carrega consigo enorme importância no que diz respeito à prevenção e ao tratamento de doenças que afetam advogados e advogadas em nosso país”.

A conselheira federal Sandra Krieger (SC), que preside a Comissão Especial de Direito Médico e da Saúde do Conselho Federal da OAB, é autora da cartilha e coordenou os trabalhos de redação da mesma. Ela apresentou o documento aos demais conselheiros e à diretoria. “Vivemos em uma sociedade onde a pressão pelo sucesso e o repúdio ao fracasso tornam a ansiedade um fantasma da nossa existência. Diante da importância da missão da advocacia, é fundamental estarmos bem conosco para cuidarmos das demandas dos outros”, apontou.

“Pode ser um tema desconfortável, mas no mês mundial de prevenção ao suicídio concebemos essa cartilha para que os profissionais da área jurídica possam enfrentar essas doenças sem preconceito, buscar o auxílio médico e contar com o apoio institucional da OAB”, completou Sandra.

Ela elencou quatro síndromes (Transtorno de Ansiedade Generalizada, Síndrome de Burnout, Síndrome e Transtorno do Pânico e Síndromes Depressivas). Essas síndromes acometem advogadas e advogados em razão de seu ofício e também métodos de diagnóstico e tratamento. Inclusive terapias alternativas como meditação, yoga e barras de access™.


Quer ver a cartilha completa? Clique aqui: Cartilha da Saúde Mental da Advocacia – OAB

Quer ver a publicação na página da OAB? Clique aqui: OAB – Notícias


Insônia e Rituais para Dormir

Insônia e Rituais para Dormir_mulher

A ausência de sono, ou, dificuldade em dormir horas contínuas durante a noite, podem ser sintomas de insônia.

O problema surge quando estamos muito estressados, ansiosos, ou sob a administração de medicamentos. Nestes casos, não se configura um sintoma crônico, e sim, passageiro.

Para diagnosticar um problema crônico de insônia é preciso observar uma constância na dificuldade para dormir e, neste caso, um diagnóstico médico.

De qualquer forma, antes de tomar uma solução, é preciso procurar entender sua causa, e aliviar a pressão sobre nós mesmos com momentos relaxantes que antecedem o sono noturno.

Apesar de qualquer diagnóstico profissional, é possível aliviar a tensão e se preparar para uma noite de sono mais confortável a partir da mudança de hábitos, e rituais para dormir.

Muitas pessoas têm um medo inconsciente de dormir, pois sentem uma insegurança, ou um sinal de desproteção ao dormir. Outras acham que estão perdendo tempo, ou estão cansadas demais.  Cada caso é um caso.

Como combater a insônia

Antes de tomar qualquer medida em relação à insônia, pergunte-se a si mesmo se tem praticado algum exercício físico.

Caminhar, correr, ou mesmo se alongar antes de se preparar para dormir, pode induzir o cérebro a produzir hormônios relaxantes que proporcionarão um efeito benéfico durante a noite.

Tome bebidas relaxantes e mude o ambiente de sua casa.

Insônia e Rituais para Dormir_chá para dormirChá para dormir

Observe também, se você tem se estimulado muito antes de ir para a cama.

Acontece que o abuso de café e refrigerante, por exemplo, podem aumentar o nível de cafeína no sangue, que é um estimulante natural, e prejudicar um sono relaxante e contínuo.

Outros estimulantes são aqueles como, canela e gengibre. Muitas pessoas recorrem aos chás como alternativa ao café, antes de dormir, o que é uma opção muito eficiente, mas, se adicionam canela e gengibre a estes chás, o efeito poderá ser o contrário.

Acontece que estes elementos, apesar de saudáveis, são termogênicos, ou seja, estimulam a atividade sanguínea e faz com que a pessoa se sinta agitada, anulando o efeito calmante do chá.

Uma alternativa ao chá é o cacau em pó. O cacau possui propriedades calmantes que ajudam na hora de dormir. Só evite muito açúcar, pois o cacau, diferente do achocolatado, é amargo.

Insônia e Rituais para Dormir_meditando para dormir_1Meditação

Se você anda muito estressado devido ao trabalho e rotina diária, nem adianta se sentar para meditar antes de dormir.

Nesse estado de ansiedade, procurar a meditação poderá lhe deixar ainda mais irritado, pois pode não conseguir alcançar o estado meditativo com facilidade.

O recomendável é que antes de relaxar pratique uma atividade física que deixará o seu corpo cansado. Então, depois de um bom banho, tome um chá, regule a luz do ambiente, diminua o som da televisão, e relaxe algumas horas.

Após essas horas de preparação, você estará pronto para a meditação. Seu corpo se encontrará preparado para entrar em estado meditativo com maior facilidade.

Outra alternativa viável, é reformular o ambiente de sua casa para que fique mais aconchegante e convidativa. Organize seus livros, mantenha a limpeza, e defina pontos de luz suaves.

Ondas vibracionais

Procure efeitos sonoros para meditação e sono no Youtube. Estes efeitos são calmantes e proporcionam incríveis resultados. Acesse o canal no Youtube, Patriccia de Lucca – Terapias Complementares. Lá você encontrará várias dicas, inclusive algumas meditações guiadas de Thetahealing. Experimente uma delas, antes de dormir:

Insônia e Rituais para Dormir_meditação guiada_energia para vitórias constantes      Insônia e Rituais para Dormir_meditação guiada_proteção