Eu mereço liberdade e felicidade?

liberdade-e-felicidade

Eu mereço liberdade e felicidade?

A liberdade e a felicidade são anseios humanos desenvolvidos pela maioria das pessoas que vivem no mundo.

Liberdade para fazer escolhas, para desenvolver um estilo de vida, um novo projeto de trabalho, e consequentemente, este status uma vez alcançado, nos remete a sensação de felicidade.

Já a felicidade é uma palavra que se encaixa em conceitos diversos e não estáticos, pode significar uma boa aposentadoria para uns, saúde para outros, e até o encontro com a alma gêmea, para muitos.

Mas, independente do que a liberdade possa nos trazer em benefícios rumo a felicidade, porque tantas pessoas com maturidade para serem livres, se veem frustradas pela própria sensação de incapacidade de serem felizes?

O que é felicidade?

Primeiramente é preciso amadurecer o conceito de felicidade, pois nem sempre o emprego dos sonhos, o projeto idealizado, o casamento tão esperado, ou o nascimento do filho tão sonhado, significarão a sua liberdade.

E para você ser feliz é preciso ter liberdade? O quão disposto você está em sacrificar a sua liberdade para se alinhar a um conceito, uma ideia ou um padrão de vida, para ser feliz? Uma vez identificado o seu próprio conceito de felicidade, é compreensível que se tenha proposto algum sacrifício, então, você já identificou o tipo de sacrifício a que se propõe pela sua felicidade? Compreende também, que está disposto a reconhecer que merece ser feliz?
E se a palavra sacrifício aqui fosse substituída por escolha? E se a sua escolha te priva de algumas coisas e te traz outros benefícios.

Identificar tais conceitos e propor a si mesmo “tais sacrifícios” (consequência das escolhas) para alcança-los em nome da felicidade, pode auxiliar você no momento de tomadas de decisões, assim como, auxiliará você a se manter confiante de que os objetivos serão alcançados.

Consciente de que seus objetivos serão alcançados, entende-se que você é merecedor desta felicidade, e, portanto, as chances de “boicotar a si mesmo” diminuem.

Pode parecer estranho, mas é muito comum as pessoas se privarem da felicidade a que se propõe durante a vida, por padrões inconscientes, padrões que desconhecem os motivos.

Este padrão pode ser iniciado por traumas, bloqueios mentais, e problemas de fundo psicológico muito difíceis de serem interpretados por nós mesmos.

Como saber se estou boicotando a minha felicidade?

auto-sabotagemO auto boicote ou auto sabotagem é um termo utilizado pela Psicologia para identificar padrões inconscientes de pessoas que não são capazes de superar hábitos e comportamentos que comprometem a concretização de seus objetivos.

E se você pudesse substituir o termo boicote, por um termo que melhor se encaixa para uma auto reflexão?

Questionar-se tem dado certo para muitas pessoas. E se você pudesse experimentar: Quais são quais os ganhos secundários você está escolhendo para evitar a felicidade?

Se você não consegue ser feliz em seus relacionamentos amorosos, e não entende por que eles sempre acabam terminando contra a sua vontade, você pode estar se auto boicotando, ou melhor, pode “achar que está se protegendo de algo pior”.

Se você não é capaz de se manter em um emprego, ou, não consegue se sair bem em entrevistas de seleção para vagas em empresas, você também pode estar obtendo ganhos secundários que nem percebe.

Se sempre chega atrasado, se é constantemente rejeitado em comunidades ou grupos, ou se, não consegue cumprir um cronograma ou dieta, também pode ser que esteja vivendo sob as consequências de estar inconsciente daquilo que tem tanto medo, tudo para obter novos aprendizados e como seria ter aprendizados sem precisar criar a rejeição para si?

Acreditar que está se auto boicotando pode fazer de você mais ruim para você mesmo e se você pudesse perceber o que está ganhando com as escolhas que tem feito? E se pudesse escolher uma vida mais leve?

Para solucionar este problema e se auto reconhecer como merecedor da sua própria felicidade, procure um especialista. Este é um padrão desenvolvido inconscientemente e precisa ser acompanhado.

Mindset, já ouviu falar sobre este termo?

Mindset, já ouviu falar sobre este termo?

O que é e como mudar um Mindset?

Este termo, Mindset, está ligado às crenças, personalidades, talentos e à inteligência. Ele vem da psicologia do desenvolvimento e tem a ver com mudança de comportamento das pessoas ao longo de sua vida.

Pode ser entendido como as atitudes mentais que cada um tem. Seria como a mentalidade do crescimento conforme a percepção que cada um tem de si e sobre o próprio potencial.

O interessante é que é possível mudar a capacidade de aprender qualquer coisa e resolver qualquer tipo de objeção, isso se dá por causa da plasticidade do cérebro em aprender e se adaptar, criando novas sinapses neuronais, isso explica a neurociência.

O cérebro tem a sua sabedoria própria, ele se movimenta quando damos ordens a ele, por exemplo: “Saia da zona de conforto, agora!” “Mude isso, agora!” “Daqui para frente farei diferente!”

São nestes momentos que as células nervosas estabelecem novas ligações. Estas por sua vez se tornam mais forte, ligando-se a neurônios, formando novas ligações neuronais ao longo do tempo (alguns falam no mínimo 21 dias), para ficarem “acordados e ágeis”.

Existem tipos de mindset: o fixo e os de crescimento.

Mindset Fixo

O fixo, é como se estivesse “estático”, não tem confronto cerebral, não tem um caminho neural sendo formado, tem sim uma zona de conforto. “Quero mudar não, me deixe aqui do jeito que sou”. “Mexe não, está ruim, mas está bom!” ou você deve conhecer a Síndrome de Gabriela (música da novela): “Eu nasci assim, eu morri assim, Gabrieeela!”

Acredita-se que as tradições, valores e crenças que pensa, que existe na sua mente, que fazem parte da sua competência e inteligência, não podem ser alterados e muito menos desenvolvidos.

“Quando eu começo a ler, logo durmo”, “Eu não sou inteligente, mas sou esforçado”. Quando se tem este mindset fixo, dificilmente a pessoa é capaz de tomar decisões diferentes desta e muito menos de crescer e evoluir.

Pode-se muitas vezes acreditar que o talento é algo que se cria sozinho, que não há esforço, que as habilidades “caíram do céu” e que não tem nada que possa melhorá-las.

Tendo tudo isso em sua mente, dificilmente uma pessoa que tem um mindset fixo aceita um desafio para que seja a sua experiência de crescimento. Nisto se perde oportunidades de crescer e aprimorar-se, como? Formando novas trilhas neurais.

É como se a pessoa visse a possibilidade e o resultado como um fracasso. Não consegue enxergar o meio, o caminho que leva ao sucesso, este caminho é um caminho de aprendizados.

Mindset de Crescimento

No mindset de crescimento, é um caminho onde se desenvolve fortes ligações neurais, a atividade do cérebro processa o erro e aprende a corrigi-lo. Sai da zona de conforto, e entra numa curva de aprendizagem intensa.

Quem já trilhou este caminho de aprendizados, ou seja, quem tem este mindset de crescimento, desenvolvem-se a partir das relações – empenho-estímulo, prática-aprendizado.

Vão atingindo a excelência com a prática, devido a sua quantidade de acertos e erros se chega à maestria. Já reparou como conseguiu ter a sua profissão? Ou algo que faça muito bem? E se você pudesse ter a profissão que gosta, é seu hobby? Como seria a sua vida?

Já reparou quantas vezes “treinou” o que você sabe?

Mas, muitas vezes para se chegar lá você precisa construir pontes no seu cérebro para que ele possa lhe ajudar a continuar treinando até chegar na maestria. As palavras tem um papel fundamental neste processo. Vide pesquisa do prof. Masaru Emoto.

A palavra “ainda”, “ainda não aprendi, mas tenho como aprender”, “ainda não sei, mas tenho como saber”. No final tudo dá certo, mas se não deu certo ainda é porque não chegou ao final.

Imagine Thomas Edison, quantas vezes não tentou, até conseguir o resultado com a lâmpada. Não quer dizer que você tenha que ter o mesmo número de tentativas dele. Apenas tenha paciência com o seu processo de aprendizado.

Atualmente, migrar de um mindset fixo para um mindset de crescimento se tornou muito mais fácil. Com as diversas técnicas complementares, tem como através de alguns atendimentos você modificar seus padrões intelectuais. E transformar a sua realidade.

Thetahealing®, Barras de AccessTM, Constelação Familiar, SE-Somatic Experience, Feng Shui Sistêmico, são algumas destas possibilidades. Consulte um terapeuta.

A mensagem da água por Masaru Emoto

patriccia de lucca_masaru emoto_mensagem da água_cristal_capa

A mensagem da água por Masaru Emoto mostrou que pensamentos positivos ou negativos influenciam a nossa vida.

Palavras ou pensamentos fazem com que as moléculas de água se comportem de formas diferentes. Masaru teve muitas críticas quando fez os experimentos e os fotografou. Atualmente, muitas escolas dão como trabalho escolar esta experiência.

Masaru-Emoto-A-Mensagem-da-ÁguaMasaru Emoto (1943-2014), o fotógrafo e escritor japonês fez experiências com a água e o pensamento humano.

Massaru Emoto publicou alguns volumes da sua obra As Mensagens da água, junto com as fotografias de cristais de gelo. Essas ideias foram divulgadas no filme: Quem somos nós?

O experimento com o arroz

Um dos experimentos é o do arroz. Foram colocados três porções de arroz cozido em frascos de vidro separados. Com escritas diferentes neles, e pediu que os alunos gritassem para cada um deles o que estava escrito no pote por 30 dias.

patriccia de lucca_a mensagem da água_masaru emoto_arroz1. Thank you, I love you – Obrigado, Eu te amo
2. I hate uou, You fool – Eu te odeio, seu idiota
3. Nada escrito, apenas foi ignorado.

Os resultados foram: 1. Tinha começado a fermentar com um aroma agradável. / 2. Estava praticamente todo preto. / 3. Acúmulo de bolor quase em decomposição.


E se o nosso corpo tem mais de 50% de água…

Como será que ficamos com as palavras que ouvimos e falamos?
Veja o que aconteceu, nas fotos abaixo (clique para ampliar)


Experimento com outras palavras e músicas

O conjunto de pesquisas teve além das palavras escritas nos potes de arroz cozido também teve fotografias dos cristais de água submetidos a músicas diferentes.

Estilo de música: Heavy Metal
Estilo de música: Heavy Metal
A música: Imagine (de John Lennon)
A música: Imagine (de John Lennon)
A música: Sinfonia Nº40 (de Mozart)
A música: Sinfonia Nº40 (de Mozart)
A palavra: Verdade.
A palavra: Verdade.
A expressão: Você me enoja.
A expressão: Você me enoja.
A palavra: Obrigado.
A palavra: Obrigado.
A palavra: Sabedoria.
A palavra: Sabedoria.
A palavra: Eterno.
A palavra: Eterno.
A palavra: Mal.
A palavra: Mal.

 

As palavras: Amor e Gratidão.
As palavras: Amor e Gratidão.

OAB Lança Cartilha de Saúde Mental – Barras de Access™

OAB Lança Cartilha de Saúde Mental - Barras de Access™

OAB e as Barras de Access™

OAB lança Cartilha de Saúde Mental da Advocacia – Barras de Access
Dr. Dain Heer, co-criador do Access Consciousness™ e a terapeuta Patriccia de Lucca – 2018

Pois é… Pra quem achava que as técnicas terapêuticas eram técnicas pouco conhecidas. Além da Constelação Familiar, agora temos também as Barras de Access™. Elas foram incluídas nessa preocupação com a sociedade brasileira, assim como relata a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). OAB Lança Cartilha de Saúde Mental – Barras de Access™

O objetivo desta cartilha é chamar atenção para doenças que afligem o dia-a-dia de toda população brasileira. A preocupação sobre esse tema vai além de psicólogos, teraupeutas, psiquiatras, médicos entre outros da área da saúde. E a advocacia sempre sai na frente elucidando essas informações para o seu público.

Depressão, transtorno de ansiedade generalizada, transtorno obsessivo compulsivo e burnout, além de serem doenças graves, são também causas prováveis de alcoolismo, dependência química e o suicídio.

Desconfortável falar disso? Pois é, esse é o propósito. Falar do que nos é desconfortável e tentar auxiliar os profissionais da área jurídica a enfrentar sem preconceito. Entender esses fantasmas e o processo, sentir empatia, buscar o auxílio profissional quando necessário.

Para facilitar, trouxemos na íntegra do que foi postado por eles, assim você não precisa se descolcar para outras páginas, mas se ainda sim, preferir ver no site deles, basta acessar o link ao final desse editorial.

terça-feira, 2 de outubro de 2018 às 16h44

OAB Lança Cartilha de Saúde Mental da Advocacia

Brasília – Foi lançada, na reunião do Conselho Pleno da OAB realizada nesta terça-feira (2), a Cartilha de Saúde Mental da Advocacia, cujo tema é ‘O cuidado de si como inerente à preservação dos direitos dos outros’. Trata-se de um documento que tem por objetivo lançar luz sobre o tema no âmbito da atuação profissional da advocacia em todas as Seccionais.

Claudio Lamachia, presidente nacional da OAB, afirmou que acompanhou o desenvolvimento dos trabalhos que resultaram na Cartilha e que “a publicação carrega consigo enorme importância no que diz respeito à prevenção e ao tratamento de doenças que afetam advogados e advogadas em nosso país”.

A conselheira federal Sandra Krieger (SC), que preside a Comissão Especial de Direito Médico e da Saúde do Conselho Federal da OAB, é autora da cartilha e coordenou os trabalhos de redação da mesma. Ela apresentou o documento aos demais conselheiros e à diretoria. “Vivemos em uma sociedade onde a pressão pelo sucesso e o repúdio ao fracasso tornam a ansiedade um fantasma da nossa existência. Diante da importância da missão da advocacia, é fundamental estarmos bem conosco para cuidarmos das demandas dos outros”, apontou.

“Pode ser um tema desconfortável, mas no mês mundial de prevenção ao suicídio concebemos essa cartilha para que os profissionais da área jurídica possam enfrentar essas doenças sem preconceito, buscar o auxílio médico e contar com o apoio institucional da OAB”, completou Sandra.

Ela elencou quatro síndromes (Transtorno de Ansiedade Generalizada, Síndrome de Burnout, Síndrome e Transtorno do Pânico e Síndromes Depressivas). Essas síndromes acometem advogadas e advogados em razão de seu ofício e também métodos de diagnóstico e tratamento. Inclusive terapias alternativas como meditação, yoga e barras de access™.


Quer ver a cartilha completa? Clique aqui: Cartilha da Saúde Mental da Advocacia – OAB

Quer ver a publicação na página da OAB? Clique aqui: OAB – Notícias


Insônia e Rituais para Dormir

Insônia e Rituais para Dormir_mulher

A ausência de sono, ou, dificuldade em dormir horas contínuas durante a noite, podem ser sintomas de insônia.

O problema surge quando estamos muito estressados, ansiosos, ou sob a administração de medicamentos. Nestes casos, não se configura um sintoma crônico, e sim, passageiro.

Para diagnosticar um problema crônico de insônia é preciso observar uma constância na dificuldade para dormir e, neste caso, um diagnóstico médico.

De qualquer forma, antes de tomar uma solução, é preciso procurar entender sua causa, e aliviar a pressão sobre nós mesmos com momentos relaxantes que antecedem o sono noturno.

Apesar de qualquer diagnóstico profissional, é possível aliviar a tensão e se preparar para uma noite de sono mais confortável a partir da mudança de hábitos, e rituais para dormir.

Muitas pessoas têm um medo inconsciente de dormir, pois sentem uma insegurança, ou um sinal de desproteção ao dormir. Outras acham que estão perdendo tempo, ou estão cansadas demais.  Cada caso é um caso.

Como combater a insônia

Antes de tomar qualquer medida em relação à insônia, pergunte-se a si mesmo se tem praticado algum exercício físico.

Caminhar, correr, ou mesmo se alongar antes de se preparar para dormir, pode induzir o cérebro a produzir hormônios relaxantes que proporcionarão um efeito benéfico durante a noite.

Tome bebidas relaxantes e mude o ambiente de sua casa.

Insônia e Rituais para Dormir_chá para dormirChá para dormir

Observe também, se você tem se estimulado muito antes de ir para a cama.

Acontece que o abuso de café e refrigerante, por exemplo, podem aumentar o nível de cafeína no sangue, que é um estimulante natural, e prejudicar um sono relaxante e contínuo.

Outros estimulantes são aqueles como, canela e gengibre. Muitas pessoas recorrem aos chás como alternativa ao café, antes de dormir, o que é uma opção muito eficiente, mas, se adicionam canela e gengibre a estes chás, o efeito poderá ser o contrário.

Acontece que estes elementos, apesar de saudáveis, são termogênicos, ou seja, estimulam a atividade sanguínea e faz com que a pessoa se sinta agitada, anulando o efeito calmante do chá.

Uma alternativa ao chá é o cacau em pó. O cacau possui propriedades calmantes que ajudam na hora de dormir. Só evite muito açúcar, pois o cacau, diferente do achocolatado, é amargo.

Insônia e Rituais para Dormir_meditando para dormir_1Meditação

Se você anda muito estressado devido ao trabalho e rotina diária, nem adianta se sentar para meditar antes de dormir.

Nesse estado de ansiedade, procurar a meditação poderá lhe deixar ainda mais irritado, pois pode não conseguir alcançar o estado meditativo com facilidade.

O recomendável é que antes de relaxar pratique uma atividade física que deixará o seu corpo cansado. Então, depois de um bom banho, tome um chá, regule a luz do ambiente, diminua o som da televisão, e relaxe algumas horas.

Após essas horas de preparação, você estará pronto para a meditação. Seu corpo se encontrará preparado para entrar em estado meditativo com maior facilidade.

Outra alternativa viável, é reformular o ambiente de sua casa para que fique mais aconchegante e convidativa. Organize seus livros, mantenha a limpeza, e defina pontos de luz suaves.

Ondas vibracionais

Procure efeitos sonoros para meditação e sono no Youtube. Estes efeitos são calmantes e proporcionam incríveis resultados. Acesse o canal no Youtube, Patriccia de Lucca – Terapias Complementares. Lá você encontrará várias dicas, inclusive algumas meditações guiadas de Thetahealing. Experimente uma delas, antes de dormir:

Insônia e Rituais para Dormir_meditação guiada_energia para vitórias constantes      Insônia e Rituais para Dormir_meditação guiada_proteção


 

Conflitos emocionais prejudicam a saúde?

Conflitos emocionais prejudicam a saúde_mulher

Conflitos emocionais prejudicam a saúde?

Tendo em vista inúmeros atendimentos que já realizei, resolvi fazer esse artigo para mostrar do que os conflitos emocionais prejudicam a saúde. Espero poder ajudá-los.

Antes de nos entender como pessoas de carne e osso é preciso lembrar que também somos energia. A energia consistida em um corpo pode ser bloqueada através dos campos meridianos, quando se tem crenças em diversos níveis, quando herdamos crenças de culturas diferentes.

A existência de crenças resulta em pensamentos e emoções conflitantes, que geram bloqueios com o passar do tempo, onde ocorrem as doenças psicossomáticas.

Estes campos e outras sabedorias foram identificados há milênios por sábios chineses e decifrados por pesquisadores europeus. Um mapa com os pontos de campos meridianos relacionados aos nossos órgãos pôde ser desenvolvido. À partir desse conhecimento, desenvolveu-se técnicas que serão aplicadas na orelha e na sola de nossos pés.

Ao ativarmos esses pontos através da acupuntura, pressão ou massagem, proporcionamos que a energia possa voltar a fluir livremente. E este estado recupera a nossa saúde física e mental. Quando acontece o bloqueio destas energias devido a conflitos emocionais, com o passar do tempo ocorrem as doenças psicossomáticas.

As doenças psicossomáticas são aquelas que a medicina não é capaz de identificar a sua origem. Sendo, de maioria psicológica ou mental.

Assim como a cultura oriental traz as informações dos meridianos, também temos a metafísica da saúde trazendo a relação com cada sistema ou órgão do nosso corpo.

Os meridianos e os conflitos emocionais

Cada ponto meridiano identificado em nosso corpo corresponde a um órgão. E este órgão pode ser afetado de diversas formas. Entenda como:

Pulmão: Quando o meridiano do pulmão sofre um bloqueio de energia e este se apresenta doente as causas geralmente estão relacionadas à culpa, perda de um ente querido, emprego, ou animal de estimação, preocupação excessiva e melancolia.

Coração: O meridiano do coração representa as dores da alma, os sofrimentos profundos, geralmente este tipo de sofrimento pode estar relacionado a problemas do passado. Seus sintomas surgem quando há bloqueio emocional e frieza do coração como mecanismo de defesa.

Conflitos emocionais prejudicam a saúde_corpoFígado: Quando o meridiano do fígado é bloqueado significa que há muita raiva envolvida na vida da pessoa, além de um profundo sentimento de impotência. Geralmente acomete pessoas que sofrem opressão.

Estômago: Já o meridiano do estômago, quando bloqueado, reage liberando ácidos gástricos em excesso que prejudicam a camada interna protetora do órgão. Isso acontece quando a pessoa se sente insegura, amargurada, ansiosa, com medo, e não é capaz de digerir determinadas situações.

Baço e Pâncreas: Estes órgãos, quando adoecem, representam os sintomas relacionados à falta de apoio, insegurança e timidez.

Rins e bexiga: O meridiano dos rins e bexiga são afetados de forma negativa quando há conflito emocional por perda, medo e muita ansiedade.

Intestinos: Os intestinos representam os ataques energéticos sombrios de inveja e vampirismo energético. Quando há o bloqueio deste meridiano ele se dá pela perda de recursos, ou pelo esforço excessivo em mantê-los. Há também uma energia desperdiçada na constante tentativa de esconder os verdadeiros sentimentos.

Circulação sanguínea e órgãos sexuais: A energia do meridiano da circulação sanguínea está diretamente relacionada aos órgãos sexuais, pois há um aumento de fluxo sanguíneo nestas áreas quando são ativadas. O conflito emocional se dá quando ocorre sentimentos de inferioridade, preocupação excessiva com a falha, o medo do fracasso, egoísmo e moralismo. Pessoas que foram catequizadas por instituições religiosas rígidas podem apresentar problemas de circulação e frigidez.

Qual terapia fazer para melhorar esses conflitos emocionais?

Conflitos emocionais prejudicam a saúdeTodos estes problemas originados por conflitos emocionais podem ser melhorados e até mesmo superados através de cuidados terapêuticos essenciais, como:

• Acupuntura,
• Aromaterapia,
Barras de Access®,
Constelação Familiar,
• Cromoterapia,
Feng Shui com a melhora do ambiente da sua casa ou ambiente de trabalho. Harmonizando, libera o fluxo de energia negativa acumulada,
Thetahealing®,
• Reik,
• SE-Experiência Somática,
• Terapia com as pedras, entre outras.

Para encontrar a melhor solução para você consulte um terapeuta.


Como lidar com a solidão

Como lidar com a solidão

Como lidar com a solidão

Já imaginou que antes de perceber que estamos separados, pensamos como uma só entidade, e sentimos como um só corpo?

A filosofia antiga oriental ensina que antes de nascer neste plano dual, que representa a percepção da terceira dimensão ao qual estamos acostumados, éramos um só com Deus, e Deus era o todo.

Independente de crenças religiosas, o que essa sabedoria diz, é que somente nessa realidade é que se pode entender que estamos sozinhos, e por esse motivo, sentir aquilo que se descreve como solidão.

É cada vez maior o número de cientistas físicos que chegam a essa mesma conclusão, uma vez que entendem que a realidade não passa de uma ilusão criada por mecanismos cerebrais desenvolvidos pelo indivíduo.

Mas então, ao nascermos temos que enfrentar essa realidade que insiste em nos fazer crer que estamos separados um do outro. E não mais como éramos no todo, uma sensação que nos provoca dor, tristeza, e pode nos levar a depressão.

Solidão e a qualidade de vida

Nesse estado de solidão é natural relacionar esse vazio à qualidade de vida ou aos relacionamentos. É comum conhecermos pessoas que se encontram solteiras e sentem que podem ter vivido sem encontrar o amor verdadeiro. A mídia nos diz que o amor verdadeiro só pode ser aquele que remete à paixão ou ao romance entre pessoas de sexos diferentes.Como lidar com a solidão_qualidade de vida

Mas a verdade é que quando há amor, seja esse de que tipo for, não há solidão. O amor dos amigos, da família, da comunidade, nada tem em relação com paixão ou romance, mas nos completa de forma tão significativa que nos preenche e nos livra de nos sentirmos solitários.

O mesmo acontece para aqueles que estão em um relacionamento amoroso. Acreditamos que casais apaixonados tendem a se sentir completos, mas muitas vezes essa é uma fantasia criada pela mídia ou pela sociedade. A companhia do outro também pode vir a ser incapaz de preencher o vazio que existe em nós mesmos.

Não significa que há casais que não se amem, mas, muitas vezes, são incapazes de demonstrar ou se harmonizar com este sentimento. Então, as brigas e os constantes desentendimentos, também se tornam um motivo para ambos se sentirem sozinhos.

Como evitar o sentimento de solidão

Ao compreendemos que a solidão está ligada ao amor, ou à falta deste sentimento. Logo percebe-se que o solitário, também não se ama. Nesse caso, é importante focar em si mesmo e começar a se amar mais. E, sentir a necessidade de um estilo de vida mais digno, se ouvir e passar a cuidar melhor de si.

Mudar o cabelo, experimentar hábitos saudáveis, sair sozinho para ir ao cinema, faz bem e melhora a auto estima e o bom humor.

Como lidar com a solidão_listaFaça uma lista de coisas que você mais gosta e gostaria de fazer. Ou que gostaria de fazer e não fez por algum motivo (neste momento não importa o motivo, apenas liste). E também, uma lista de tudo que já realizou na sua vida e que você sente gratidão.

Leia por 21 dias consecutivos todos os itens da lista de gratidão. E vá, aos poucos, executando as coisas que gostaria de fazer. Não dê tréguas aos seus objetivos listados. Realize e comemore cada item executado da sua lista. Você pode optar por um caderno da gratidão. A cada item feito, risque da lista de desejos/gostaria de fazer e passe para a lista da gratidão.

Crie uma relação amigável consigo mesmo(a), seja sua melhor amiga, seu melhor amigo. Esta é a melhor companhia que você poderá lhe oferecer.

Outro exercício para lidar com a solidão

Reserve alguns minutos do seu dia, ou ao acordar ou antes de dormir. Faça uma pequena meditação. Se puder apenas silencie a sua mente. Você pode fazer isso sentando-se, fechando os olhos e não alimentando os pensamentos que vierem por 15 minutos. Ou apenas sente-se, feche os olhos e preste atenção a sua respiração.
Ou imagine que você está sentado numa sala de cinema e na tela você projeta bolas, ponha bolas de 1 a 7 bolas, uma a uma e depois de 7 a 1, uma a uma.

Mas, se em todo caso, você não conseguir dar o primeiro passo, procure a ajuda de um terapeuta. Às vezes o apoio de alguém é essencial para nos sentirmos capazes de nos arriscar a amar a nós mesmos. E nunca mais ficarmos sozinhos. Logo, você também estará rodeado(a) de pessoas e repleto de amor.


 Veja também esse artigo sobre o quanto reclamar faz mal à saúde.

Pedras pretas para proteção

pedras pretas para proteção1

Pedras pretas para proteção

Desde muito tempo a humanidade entende que a energia dispersada pelo outro é capaz de nos afetar de forma positiva ou negativa.

Já percebeu que determinados ambientes nos afetam de diversas maneiras diferentes?

As capelas de igrejas antigas, possuem uma arquitetura capaz de emitir uma frequência vibracional que eleva nossos pensamentos ao estado reflexivo e rapidamente nos harmonizamos com ela.

Já, quando visitamos um espaço onde há conflitos, discussões e desarmonia, imediatamente nos sentimos pesados, levemente confusos, e dispersos.

O mesmo acontece quando nos encontramos com as pessoas. Este estado de pensamento influenciado, tende a nos acompanhar no percurso de algumas horas ou dias.

Para nos proteger destas energias sutis que nos afetam negativamente, a sabedoria antiga identificou algumas pedras para proteção encontradas na natureza.

Os minerais foram forjados pelo nosso planeta há bilhões de anos, e possuem uma carga energética acumulada que vibra numa frequência tal, que o nosso pensamento é capaz de absorver facilmente.

Quando o nosso pensamento absorve energias negativas somos influenciados a pensar ou agir de maneira que nossas células podem chegar a adoecer caso os polos de frequência não sejam revertidos, por isso se faz tão importante reconhecermos e utilizarmos adereços protetores.

Desta forma, somos protegidos como que por um campo magnético que afasta e impede qualquer tipo de interferência que não seja harmoniosa.

As pedras de proteção também podem atualizar a frequência energética dos ambientes.

Uma vez que determinamos que sejam utilizadas em nossas casas, no escritório, ou no quarto de uma pessoa doente, elas são capazes de interferir na forma como lidamos uns com os outros, elevando o pensamento a um estado de calma e clareza mental para que lidemos melhor com os problemas e situações difíceis.


pedras pretas para proteção_turmalina negra

Turmalina negra

A turmalina negra é uma pedra indicada para a proteção contra inveja, vampirismo energético, pensamentos negativos, depressão e tristeza. Sua frequência atua na faixa de nove mícrons, o que significa que sua capacidade magnética evita até mesmo as energias de bruxaria ou magia negra contra a pessoa que a carrega consigo. Em casa, faz bem manter uma pedra protetora como a turmalina negra, na porta de entrada. Para limpeza lavar com água e sal grosso, e secar ao sol.


Vassoura de bruxapedras pretas para proteção_vassoura de bruxa

A pedra vassoura de bruxa possui um formato que se assemelha a uma vassoura. Ela é capaz de estabilizar a energia da pessoa, revitalizando a energia de todos os chakras e favorece a limpeza de energia negativas no ambiente. Algumas pessoas a utilizam para a proteção contra acidentes e assaltos.


pedras pretas para proteção_pedra onixPedra Ônix

A pedra de proteção ônix tende a atrair e transformar pensamentos negativos e desequilibrados para proporcionar equilíbrio e harmonia. Serve tanto para a proteção pessoal, como para a proteção do ambiente. Faz bem ter sempre uma pedra Ônix próxima de si.


Obsedianapedras pretas para proteção_obsediana

A obsediana é capaz de enterrar as energias negativas, pois representa o interior do planeta terra. Sua origem deriva do resfriamento rápido da lava vulcânica. Faz bem tê-la em casa, ou leva-la consigo para onde quer que você vá.

.


Veja o artigo sobre a importância das pedras para saúde


 

A importância das pedras para a saúde

A importância das pedras para a saúde_patricciadelucca

A importância das pedras para a saúde

Assim como tudo o que existe no universo, as pedras são minerais que também vibram determinadas frequências invisíveis ao nosso modo de visão.

Tais frequências são capazes de transformar padrões positivos ou negativos de energia em nosso corpo e no ambiente à nossa volta.

Devido a esta evidência, os terapeutas desenvolveram métodos capazes de reverter padrões de pensamentos negativos a partir da utilização de diferentes tipos de pedras, e deste modo, converter seus benefícios em saúde física e mental.

De acordo com as leis da física, a energia atua como uma entidade sobre a matéria, ou seja, ela pode se relacionar com os átomos que constituem a nossa realidade, como acontece com o pensamento.

O pensamento é um tipo de energia, que por sua vez, atua diretamente sobre as células do nosso corpo com capacidade de harmonizá-las de modo saudável ou prejudicial à nossa saúde.

Este processo, consequentemente, interfere no modo como as nossas células deverão reagir fisicamente, pois o corpo tenderá a harmonizar-se com a frequência padronizada ao que o pensamento lhe conduz.

Então, o pensamento negativo é capaz de enviar comandos inconscientes e prejudiciais às nossas células, que uma vez sob seu domínio, se torna incapaz de reverter o processo sem algum estímulo externo ou profunda força de vontade, e é assim que adoecemos.

As doenças causadas por padrões negativos de pensamento surgem de modo psicossomático, que são doenças geradas pela ação do inconsciente sobre os órgãos e funções corporais.

Como as pedras melhoram a saúde

Compreendemos que os minerais são capazes de melhorar a nossa saúde de maneira sensível e harmoniosa pela sua frequência vibratória. Eles foram forjados há bilhões de anos em nosso planeta, e, portanto, são uma verdadeira fonte energética. Tais minerais ou pedras, deverão atuar conforme suas características especiais.

Cada pedra no planeta possui então, uma constituição diferenciada de átomos frequênciais que em contato com os seres humanos, é capaz de interagir de diversas maneiras, ou seja, cada pedra compartilha uma frequência energética específica para a solução de cada problema desenvolvido pelo ser humano.

Pedra AmetistaA importância das pedras para a saúde_ametista1

A pedra ametista possui uma cor violeta que compartilha conosco a suavidade e a delicadeza sensorial da calma e da humildade de pensamento.

Ela atua de modo a aliviar as tensões e previne contra vícios do alcoolismo, potencializa a produção de hormônios, fortalece o sistema imunológico e melhora a capacidade de limpeza do sangue.

É também considerada a pedra da transformação, é capaz de transmutar uma energia negativa.

pingente-de-citrino

Pedra Citrino

A pedra citrino é conhecida por vibrar energias capazes de atrair prosperidade e abundância.

Fisicamente ela atua sobre o fígado, os rins, e o aparelho digestivo. Sua coloração amarelada remete aos raios de sol, e vibram de acordo com esta energia renovadora.

ver na loja 


Reclamar faz mal à saúde

patricciadelucca_reclamar faz mal à saúde

Reclamar faz mal à saúde

Estamos acostumados a relacionar a saúde com bons hábitos alimentares, exercícios físicos, consultas médicas periódicas e bem-estar, mas raramente prestamos atenção aos nossos pensamentos que podem acionar os sintomas psicossomáticos em nosso organismo.

Podemos acreditar que nossos pensamentos não são prejudiciais à nossa saúde, porque não o infligimos fisicamente, mas estudos recentes revelam que quando estamos tensos e nervosos tendemos a habituar o nosso cérebro à tensão e ao nervosismo, acumulando emoções que nos levam a desenvolver sintomas físicos. É o que acontece quando reclamamos demais.paricciadelucca_reclamar faz mal à saúde_2

O hábito de reclamar é prejudicial à saúde porque habitua o cérebro a um estado tal, que sempre estará disposto a reclamar, pois, o pensamento gera um ciclo de negatividade persistente.

Se prestarmos atenção, quando reclamamos liberamos energia negativa relacionada à raiva, frustração, receio, desentendimento, medo e estresse, que forçam o nosso organismo a gerar e liberar um hormônio chamado cortisol. Este hormônio é prejudicial porque pode alterar o bom funcionamento do coração, enfraquecer o sistema imunológico, aumentar o colesterol e desencadear uma série de problemas relacionados ao sangue e ao coração.

Mas não é somente a pessoa habituada a reclamar que pode vir a adoecer, as pessoas que são obrigadas a conviver com os reclamões, também tendem a desenvolver sintomas relacionados ao estresse e ansiedade, por empatia. Ou seja, a pessoa habituada a reclamar pode estar prejudicando as pessoas mais próximas dela, além de si mesma.

Uma maneira de eliminar a reclamação do nosso dia a dia, é buscar remodelar o nosso cérebro de modo que passemos a evitar este hábito.

Como reclamar menos

patricciadelucca_reclamar faz mal para saude_1Para que possamos reclamar menos é importante reconhecer que reclamamos. Este pode ser um passo um tanto difícil, já que o cérebro acostumado tem dificuldade em reconhecer os próprios padrões de vício, então, convém acreditar nas pessoas que te disserem que você é muito baixo-astral, pessimista, ou reclamão, para dar início à mudança.

Observe também, se as pessoas com quem você convive costumam reclamar demais das eventualidades do dia. Afaste-se delas para que não sofra por empatia, ou acabe desenvolvendo o mesmo problema.

Preste bem atenção nas palavras, as palavras ditas ou ouvidas, carregam uma carga que pode afetar você negativamente. Se ao acordar o dia estiver nublado ou frio, não reclame, agradeça por estar vivo. E se precisar levantar da cama neste dia para trabalhar, ao invés de se sentir frustrado e com raiva, prefira ser grato por ter um emprego.

A pia está repleta de louças porque a família teve o que jantar. Aprender a ser grato é uma forma de vencer este desafio.

Se sentir que precisa de ajuda para mudar o modo como pensa ou age no seu dia a dia, não relute em solicitar um especialista. O especialista será capaz de desenvolver um método eficaz para ajudar você a reconhecer este padrão mais profundamente, e atuará de forma a transformar o modo como pensa sem desenvolver algum trauma ou excesso de culpa.

Quando cuidamos de nós mesmos estamos cuidando de todos à nossa volta.