Mindset, já ouviu falar sobre este termo?

Mindset, já ouviu falar sobre este termo?

O que é e como mudar um Mindset?

Este termo, Mindset, está ligado às crenças, personalidades, talentos e à inteligência. Ele vem da psicologia do desenvolvimento e tem a ver com mudança de comportamento das pessoas ao longo de sua vida.

Pode ser entendido como as atitudes mentais que cada um tem. Seria como a mentalidade do crescimento conforme a percepção que cada um tem de si e sobre o próprio potencial.

O interessante é que é possível mudar a capacidade de aprender qualquer coisa e resolver qualquer tipo de objeção, isso se dá por causa da plasticidade do cérebro em aprender e se adaptar, criando novas sinapses neuronais, isso explica a neurociência.

O cérebro tem a sua sabedoria própria, ele se movimenta quando damos ordens a ele, por exemplo: “Saia da zona de conforto, agora!” “Mude isso, agora!” “Daqui para frente farei diferente!”

São nestes momentos que as células nervosas estabelecem novas ligações. Estas por sua vez se tornam mais forte, ligando-se a neurônios, formando novas ligações neuronais ao longo do tempo (alguns falam no mínimo 21 dias), para ficarem “acordados e ágeis”.

Existem tipos de mindset: o fixo e os de crescimento.

Mindset Fixo

O fixo, é como se estivesse “estático”, não tem confronto cerebral, não tem um caminho neural sendo formado, tem sim uma zona de conforto. “Quero mudar não, me deixe aqui do jeito que sou”. “Mexe não, está ruim, mas está bom!” ou você deve conhecer a Síndrome de Gabriela (música da novela): “Eu nasci assim, eu morri assim, Gabrieeela!”

Acredita-se que as tradições, valores e crenças que pensa, que existe na sua mente, que fazem parte da sua competência e inteligência, não podem ser alterados e muito menos desenvolvidos.

“Quando eu começo a ler, logo durmo”, “Eu não sou inteligente, mas sou esforçado”. Quando se tem este mindset fixo, dificilmente a pessoa é capaz de tomar decisões diferentes desta e muito menos de crescer e evoluir.

Pode-se muitas vezes acreditar que o talento é algo que se cria sozinho, que não há esforço, que as habilidades “caíram do céu” e que não tem nada que possa melhorá-las.

Tendo tudo isso em sua mente, dificilmente uma pessoa que tem um mindset fixo aceita um desafio para que seja a sua experiência de crescimento. Nisto se perde oportunidades de crescer e aprimorar-se, como? Formando novas trilhas neurais.

É como se a pessoa visse a possibilidade e o resultado como um fracasso. Não consegue enxergar o meio, o caminho que leva ao sucesso, este caminho é um caminho de aprendizados.

Mindset de Crescimento

No mindset de crescimento, é um caminho onde se desenvolve fortes ligações neurais, a atividade do cérebro processa o erro e aprende a corrigi-lo. Sai da zona de conforto, e entra numa curva de aprendizagem intensa.

Quem já trilhou este caminho de aprendizados, ou seja, quem tem este mindset de crescimento, desenvolvem-se a partir das relações – empenho-estímulo, prática-aprendizado.

Vão atingindo a excelência com a prática, devido a sua quantidade de acertos e erros se chega à maestria. Já reparou como conseguiu ter a sua profissão? Ou algo que faça muito bem? E se você pudesse ter a profissão que gosta, é seu hobby? Como seria a sua vida?

Já reparou quantas vezes “treinou” o que você sabe?

Mas, muitas vezes para se chegar lá você precisa construir pontes no seu cérebro para que ele possa lhe ajudar a continuar treinando até chegar na maestria. As palavras tem um papel fundamental neste processo. Vide pesquisa do prof. Masaru Emoto.

A palavra “ainda”, “ainda não aprendi, mas tenho como aprender”, “ainda não sei, mas tenho como saber”. No final tudo dá certo, mas se não deu certo ainda é porque não chegou ao final.

Imagine Thomas Edison, quantas vezes não tentou, até conseguir o resultado com a lâmpada. Não quer dizer que você tenha que ter o mesmo número de tentativas dele. Apenas tenha paciência com o seu processo de aprendizado.

Atualmente, migrar de um mindset fixo para um mindset de crescimento se tornou muito mais fácil. Com as diversas técnicas complementares, tem como através de alguns atendimentos você modificar seus padrões intelectuais. E transformar a sua realidade.

Thetahealing®, Barras de AccessTM, Constelação Familiar, SE-Somatic Experience, Feng Shui Sistêmico, são algumas destas possibilidades. Consulte um terapeuta.

Patricia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.